¡¡¡PULGA LIBRE!!!

¡¡¡PULGA LIBRE!!!

Dia 22 de Setembro por volta de meio dia agentes da ANATEL à paisana invadiram, sem mandado, a Rádio Pulga no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, no Largo São Francisco, em mais um ataque inconstitucional (a lei que autorizava a ANATEL a fazer busca e apreensão dos equipamentos, foi considerada inconstitucional pelo STF) ao artigo 5 da Constituição e à democracia no Brasil. Os Piratas Federais foram chamados para realizar o roubo à mão armada do transmissor, sem ordem judicial e com o equipamento desligado, que não constitui flagrante.
A rádio Pulga existe há mais de 20 anos, sendo uma das rádios livres pioneiras na luta pela liberdade de expressão no Brasil. Durante todos esses anos, vem garantindo o acesso livre, gratuíto e sem censura à produção radiofônica, à criatividade artística, ao debate democrático e à integração entre universidade e a população do centro do Rio de Janeiro, ajudando a democratizar a cidade e a universidade.
Apesar de todas estas contribuições, leis e rotinas burocráticas inconstitucionais garantem que hoje no Brasil a comunicação radiofônica seja monopólio de políticos e empresas que visam o poder e o lucro. É o poder e a ganância que agora tentam calar a Pulga, o que eles não entendem e que não precisamos de antena, fio, transmissor. A Pulga é uma rádio que emite vibrações que não estão no rádio, nem nas leis da física, mas nos corações e mentes de todos os insubmissos.

Pulguerrilheiros
Rádio Livre, reforma agrária do ar